Gestores municipais goianos teve participação expressiva na Mobilização Municipalista realizada pela CNM na última  terça-feira, 17 de setembro. Liderados pelos presidentes das entidades estaduais, os municipalistas visitaram os gabinetes de suas respectivas bancadas no Congresso para entregar a deputados e senadores ofícios com as nove demandas prioritárias dos Municípios pleiteadas durante o movimento. A convocação em Goiás foi feita pelas duas entidades estaduais de Goiás AGM (Associação Goiana de Municípios) e FGM ( Federação Goiana de Municípios), que estas mostraram a força do municipalismo no Estado e atuando conjuntamente mobilizaram cerca de 150 prefeitos, sendo uma das maiores movimentações de prefeitos do Estado em Brasília.


O Presidente da AGM, Paulo Rezende, enalteceu a presença dos gestores na Mobilização e entendeu que os pleitos municipais serão atendidos com o empenho de todos. “Sei que não é fácil, temos convocado os prefeitos na AGM e na FGM. Mas se nós não mostrarmos para deputados que estamos coesos e fortes, nada vai acontecer. Só se estivermos juntos lutando. Sair de casa e vir a Brasília. Não pelo prefeito, mas pelas pessoas que ficam no Município, 5, 20, 30 mil habitantes, esperando obras e ações importantes para saúde, educação”, considerou.

O presidente da FGM e quarto vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Haroldo Naves, lembrou conquistas municipalistas anteriores, como o repasse adicional do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e pediu aos prefeitos que continuem com a mesma atuação para que as pautas prioritárias avancem. “Conseguimos colocar 1% do FPM para julho em 2014, então a luta municipalista é constante. Temos de estar vigilantes e juntos trazer mais benefícios aos nossos Municípios”, disse.

O prefeito de Porteirão Cunha e vice-presidente da FGM, em entrevista  ressaltou que todos os prefeitos devem permanecerem unidos em prol de um municipalismo cada vez mais forte. "Precisamos nos unir cada vez mais em prol dos direitos municipalistas. Com a  união de todos  ganhamos forças para que às reivindicações apresentadas sejam atendidas. A luta é constante, e com empenho e dedicação vamos conseguir. O fato principal é que não vamos desistir", concluiu Cunha.


Fotos: AGM
Fonte: Com informações/CNM